18°C 27°C
Feira de Santana, BA
Publicidade

Rússia quer driblar veto dos EUA e convocará Assembleia Geral contra Israel

Mas, na Assembleia Geral, a regra é outra: basta que uma resolução tenha a maioria dos 192 votos.

18/10/2023 às 20h13
Por: Site Feira 24 Horas
Compartilhe:
Rússia quer driblar veto dos EUA e convocará Assembleia Geral contra Israel

O conflito entre Israel e o Hamas se transforma numa disputa particular entre Rússia e EUA na ONU. Depois de o governo de Joe Biden ter vetado a proposta do Brasil de criar uma pausa humanitária na guerra, Moscou anunciou que planeja uma forma de driblar a decisão da Casa Branca e levar adiante o plano de conseguir uma condenação de Israel nas Nações Unidas.


Instantes depois de a resolução brasileira ter sido bloqueada no Conselho de Segurança pela diplomacia dos EUA, o embaixador da Rússia na ONU, Vassily Nebenzia, anunciou que vai enviar uma carta à Assembleia Geral para convocar o órgão a uma reunião extraordinária para lidar com a crise.
No Conselho de Segurança, uma aprovação de uma condenação apenas pode ocorrer se não houver o veto de todos os cinco membros permanentes da entidade. Mas, na Assembleia Geral, a regra é outra: basta que uma resolução tenha a maioria dos 192 votos.


“Considerando que o Conselho de Segurança não terá uma resposta, a Rússia vai iniciar o pedido por uma sessão especial da Assembleia Geral da ONU para tratar da proteção de população civil em Gaza”, explicou o embaixador. Segundo ele, a carta à presidência da Assembleia já está pronta e deve ser enviada nos próximos dias.
Segundo ele, é a paralisia do Conselho de Segurança que aprofunda crise.


A manobra de Moscou é uma resposta do Kremlin a um gesto que o governo americano realizou contra os russos, quando o governo de Vladimir Putin também usou seu poder de veto no Conselho e impediu a aprovação de uma resolução que os condenava pela invasão da Ucrânia.
A Casa Branca, então, levou o caso para a Assembleia Geral e, ali, conseguiu votos suficientes para aprovar uma resolução condenando Putin.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Lenium - Criar site de notícias