Crimes
Segurança da Carrefour é acusado de matar cachorro a pauladas e internautas ficam revoltados
Segundo os ativistas, o animal havia sido abandonado no estacionamento do Carrefour Osasco cerca de uma semana antes de ser morto
03/12/2018 01h01
Por: Rodrigo Santos
Reprodução
Reprodução

A rede de supermercados Carrefour de Osasco, em São Paulo, está sendo acusada por um grupo de ativistas pelos direitos dos animais de estar sendo conivente com um segurança que teria matado a pauladas um cachorro.

Segundo os ativistas, o animal havia sido abandonado no estacionamento do Carrefour Osasco cerca de uma semana antes de ser morto. Com o cão sangrando, rastejando e bastante fragilizado, a Zoonoses de Osasco foi chamada. Representantes da loja teriam dito que o animal havia sido atropelado ali próximo, na avenida dos Autonomistas, versão contestada por testemunhas. O animal não resistiu aos ferimentos.

Nas redes sociais da Carrefour já são milhares de comentários pedindo explicações. “Nunca mais piso em qualquer loja”, disse um internauta. Outro falou: “Que tal se explicar acerca do crime hediondo ocorrido dentro de sua rede em Osasco? Omissão é conivência! Queremos o criminoso preso”.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários