19°C 28°C
Feira de Santana, BA
Publicidade

Novo submarino de acrílico visa viagens seguras ao Titanic

Após tragédia do Titan, projeto da Triton Submarine promete expedições bem-sucedidas

05/06/2024 às 18h03
Por: Site Feira 24 Horas
Compartilhe:
reprodução
reprodução

Um novo submarino, com casco de acrílico e operado por joystick, foi recentemente anunciado por um empresário norte-americano e um canadense, prometendo levar exploradores ao naufrágio do Titanic com segurança. Esse ambicioso projeto incorpora tecnologia e engenharia naval avançadas, almejando evitar tragédias passadas.
Cerca de um ano atrás, a expedição ao Titanic com o submersível Titan terminou tragicamente quando a embarcação implodiu, resultando na morte de cinco passageiros. A tentativa de resgate atraiu atenção mundial, destacando a necessidade de avanços significativos na segurança de tais empreitadas.


A nova embarcação será produzida pela Triton Submarine, uma empresa com vasta experiência no mercado de submersíveis personalizados para expedições de pesquisa e observação. A Triton já é conhecida por seus feitos impressionantes, tendo batido recordes nos últimos anos. Em 2019, por exemplo, um de seus submarinos alcançou a profundidade recorde de 10,9 mil metros. No mesmo ano, a empresa se tornou a primeira a capturar imagens em alta resolução do Titanic.
O responsável por esse projeto é Patrick Lahey, cofundador e presidente da Triton Submarines, além de ser o segundo canadense a atingir o fundo da Fossa das Marianas e a primeira pessoa a mergulhar duas vezes no Challenger Deep (o ponto mais baixo da superfície terrestre) com outro explorador.


O submarino foi encomendado por Larry Connor, magnata de Ohio e fundador do Connor Group, uma empresa do setor financeiro com uma carteira de R$ 26 bilhões, segundo a Forbes. Aos 74 anos, Connor está investindo nesta nova fronteira da exploração submarina.


THE EXPLORER – RETURN TO THE TITANIC


O novo submarino, denominado The Explorer – Return to the Titanic (O Explorador – Retorno ao Titanic, em tradução livre), será uma versão aprimorada do já existente Triton 4000/2 Abyssal Explorer.


Com 4,45 metros de comprimento, 2,75 metros de largura e pesando 12 toneladas, ele será equipado com asas que permitem manobras precisas, até mesmo em espaços confinados. O casco de acrílico, juntamente com câmeras de alta resolução, proporcionará uma visão de 320° do fundo do oceano.


Diferente do Titan, que implodiu e tinha capacidade de descida até 1,3 mil metros, o novo submarino promete alcançar profundidades de até 4 mil metros com segurança.


A descida e a subida serão realizadas em menos de duas horas, significativamente mais rápido que o Titan. Com capacidade para dois passageiros, o submarino possui autonomia de 12 horas de viagem e será controlado por um joystick, além de contar com controles de tela sensível ao toque e opções manuais.


O Triton 4000, que leva esse nome devido à profundidade que pode atingir, já possui licença para uso comercial. A meta dos empresários é customizar este modelo para expedições ao Titanic, com previsão de entrega em 2026 e um custo estimado em milhões de dólares.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Lenium - Criar site de notícias