OLÍVIO FARMA - BANNER TOPO
FATALIDADE

Piloto morre em voo e copiloto tem que assumir controle para pousar avião

Benedito Fernando Ricci, de 59 anos, não resiste a infarto e chega ao solo sem vida

07/07/2019 11h42
Por: Rodrigo Santos

O piloto Benedito Fernando Ricci sofreu um infarto e morreu na manhã de ontem, em pleno voo, em Campo Grande, enquanto pilotava o bimotor de uma empresa agropecuária. 

Ricci e o copiloto, Matheu Pasquotti, voavam de Barreiras (BA) para Americana (SP). A aeronave ainda levava um passageiro, cujo nome não foi confirmado.

Durante a viagem, o piloto passou mal e desmaiou. Ao perceber que o amigo estava desacordado, Pasquotti assumiu o comando e fez um pouso de emergência na capital do Mato Grosso do Sul.

Segundo a Infraero, quando a aeronave pousou, às 10h03, ambulâncias e bombeiros aguardando no pátio. Ricci, no entanto, já estava morto. A causa da morte foi um infarto. Tanto o passageiro quanto o copiloto passam bem, ainda de acordo com a Infraero.

No Facebook, Pasquotti escreveu uma homenagem ao amigo: "no meio do caminho, como em um piscar de olhos, você se foi". Os dois trabalhavam juntos havia cinco anos.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.