OLÍVIO FARMA - BANNER TOPO
ESTUPRADA

Mulher é estuprada após homem invadir casa em Feira de Santana; filha foi trancada em quarto

Uma mulher foi estuprada após ter a casa invadida no bairro Pedra Ferrada, em Feira de Santana.

14/08/2019 10h19
Por: Rodrigo Santos

Uma mulher foi estuprada após ter a casa invadida no bairro Pedra Ferrada, em Feira de Santana. "A filha vítima ele [suspeito] a trancou em um quarto. Ela chegou a vê-lo e esse indivíduo, quando violentou sexualmente a mulher, ele cobriu o rosto da vítima", disse a delegada Cecília Vasconcelos, da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam), que investiga o caso. O crime ocorreu na noite de segunda-feira (12), na Rua José Júnior, no Conjunto Luma Torres. O suspeito também roubou dinheiro e objetos da casa, depois fugiu. A polícia tenta identificar e prender o homem.

A vítima foi atendida por uma guarnição da Polícia Militar, que a levou para o Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), onde ela recebeu os primeiros socorros.

De acordo com a delegada Cecília Vasconcelos, outros três casos já aconteceram na mesma região e são apurados. A suspeita, é que o mesmo homem tem cometido os três crimes.

"As investigações estão em curso desde o final do ano passado, quando tivemos um caso com a mesma forma de agir e mesma descrição física do elemento. No mês de abril deste ano tivemos mais um caso, com a mesma forma [de agir] e as mesmas características do indivíduo", afirmou a delegada.

Outros casos aconteceram no mesmo bairro, mas não foram registrados na polícia. Uma das vítimas, que não quis se identificar, contou que estava dormindo quando foi acordada pelo estuprador.

"Eu só me assustei [com] uma pessoa me sacudindo. E eu já com um pano na cara. Aí ele foi para o quarto do meu filho, tirou minha roupa e abusou de mim", relatou a mulher.

Só este ano, a Deam de Feira de Santana registrou 45 casos de estupro na unidade policial. Em todo o ano passado, foram 53 casos de estupro na cidade.

 

Informações do G1 .

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias