OLÍVIO FARMA - BANNER TOPO
ASTEROIDE

Cientista afirma que colisão com asteroide é '100% certa'

Especialista explicou que o importante é saber quando ela ocorrerá

21/08/2019 13h12
Por: Rodrigo Santos

Em uma entrevista à rede de notícias internacional NBC News, a cientista Danica Remy afirmou o que ninguém gostaria de ouvir: a colisão de um asteroide com a Terra é “100% certa”.

Para a especialista, a única incógnita é quando ocorrerá o choque. A Nasa monitora todos os asteroides que passam perto do nosso planeta. Os que têm mais de um quilômetro de diâmetro são considerados alertas.

Para Remy, porém, o perigo não está apenas no tamanho, já que “mini-asteroides” também podem provocar um estrago. Ela afirmou que um corpo com 60 metros de diâmetro já poderia inundar cidades costeiras e matar milhões de pessoas.

Esse tipo de devastação seria em nível regional, mas traria consequências globais em relação aos sistemas de transporte e rede e também no clima – explicou.

Remy falou à NBC no último dia 10. Ela faz parte da B612 Foundation, uma organização privada que atua em métodos de proteção do planeta.

QUASE

Há duas semanas, um enorme corpo celeste passou “raspando” do planeta, de acordo com as projeções da Nasa. Ele ficou a 4 milhões de quilômetros da atmosfera terrestre e viajava a uma velocidade de 16,7 mil quilômetros por hora. Se algo o tirasse de sua rota em direção à Terra, ele levaria apenas 10 dias para colidir com o planeta.

Além da proximidade, o que também alertava os cientistas era sobre seu tamanho, de 560 metros de diâmetro. Isso é maior do que a pedra mais alta do Pão de Açúcar, no Rio de Janeiro, e do Empire State Building, em Nova Iorque.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias