OLÍVIO FARMA - BANNER TOPO
BRASIL

Cabral é condenado pela 12ª vez e pena passa de 267 anos

Na condenação de Cabral, Bretas chamou de “fantasiosa” a tese da defesa de que a quantia seria oriunda de doações de campanha.

11/10/2019 13h09
Por: Rodrigo Santos
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O ex-governador do Rio Sérgio Cabral foi condenado pela 12ª vez na Lava-Jato a uma pena de 33 anos, 3 meses e 13 dias pelos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e evasão de divisas. Com isso, as penas dele já somam 267 anos e 9 meses — o cálculo já incluiu a revisão feita pelo Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2), que aumentou a punição de Cabral em um dos processos.

Além de Cabral, foram condenados o ex-secretário Wilson Carlos e o operador Sérgio Castro de Oliveira, o “Serjão”. Na denúncia, também eram reús Carlos Miranda, outro operador do esquema, e os irmãos doleiros Marcelo e Renato Chebar — os três tiveram as penas atenuadas por terem feito colaboração premiada. Na acusação, ainda eram denunciados os doleiros Vinicius Claret, conhecido como “Juca Bala”, e Claudio de Souza, também chamado de “Tony” e “Peter”,  e Timothy Scorah Lynn, que atuava como procurador de offshores criadas pela Odebrecht — eles tiveram as ações penais desmembradas.

Na decisão do juiz Marcelo Bretas, proferida nesta terça-feira, conclui-se que o ex-governador do Rio recebeu no exterior cerca de US$ 3 milhões da Odebrecht. O valor foi movimentado através de transferências bancárias no exterior em nomes de offshores. Na condenação de Cabral, Bretas chamou de “fantasiosa” a tese da defesa de que a quantia seria oriunda de doações de campanha.

O esquema revelado pelos doleiros Renato e Marcelo Chebar, que firmaram acordo de colaboração. Os irmãos contaram aos investigadores que Cabral e outros envolvidos no esquema ocultaram e lavaram valores que somam R$ 318 milhões.

 

O Globo

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias