OLÍVIO FARMA - BANNER TOPO
BRASIL

Eduardo Bolsonaro desiste da embaixada nos EUA

No entanto, o terceiro filho do presidente negou que a conquista da liderança do PSL na Câmara Federal tenha sido o fator determinante para a decisão

23/10/2019 08h03
Por: Rodrigo Santos

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (SP) anunciou ontem (22) que desistiu da embaixada brasileira em Washington, nos Estados Unidos. No entanto, o terceiro filho do presidente negou que a conquista da liderança do PSL na Câmara Federal tenha provocado a decisão. 

O anúncio foi feito pelo parlamentar no plenário, pouco antes do encerramento da votação do acordo entre EUA e Brasil sobre a base de Alcântara (MA). No discurso, Eduardo fez críticas ao ex-senador e ex-deputado federal Tilden Santiago, que havia sido indicado por Lula em 2003, quando era filiado ao PT, ao cargo de embaixador em Cuba por Lula.

"Embaixador é alguém que representa o Brasil no exterior, e se um político que não conseguiu se eleger for representar todo o conjunto dos brasileiros no exterior, o que dizer então sobre o deputado mais votado da história do país? Certamente não me faltaria legitimidade”, declarou. 

O deputado ainda lembrou o fato de já ter trabalhado em uma rede de fast food no país norte-americano. 

“Este que vos fala, filho de militar do Exército brasileiro e deputado federal, que foi zombado por ter tido aos 20 anos um trabalho digno e honesto em restaurantes de fast food nos Estados Unidos, diz que fica no Brasil para defender os princípios conservadores, para fazer do tsunami que foi a eleição de 2018 uma onda permanente”, disse. 

Ele também não descartou ocupar o posto de embaixador no futuro e afirmou que desistir não foi uma decisão fácil.

 “Agora, aguardo para ver a análise dos especialistas que diziam que a minha indicação nos EUA estava numa espécie de acordão entre o presidente Jair Bolsonaro e a velha política”, afirmou.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias