OLÍVIO FARMA - BANNER TOPO
BRASIL

Sebrae e Miriã Barbosa Viana falam sobre etapas para desenvolver uma franquia

O objetivo do treinamento é preparar o franqueado e sua equipe na operação da franquia, conduzindo-o com disciplina, rigor técnico e métodos específicos, ao sucesso do empreendimento.

26/10/2019 22h58
Por: Rodrigo Santos
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O desenvolvimento de uma franquia inicia-se com a formatação de um modelo pronto para ser multiplicado. Formatar uma franquia implica em integrar atividades, cadeia de suprimentos e ações de marketing, diz Miriã Barbosa Viana, uma das referências no Brasil quando o assunto são franquias.

Miriã diz que a formatação só será bem sucedida se o especialista em franchising tiver domínio de técnicas e ferramentas capazes de mapear o negócio a ser franqueado. O mapeamento tem o objetivo de permitir ao empresário franqueador transferir, com precisão, as atividades que sua empresa executa para as novas empresas que estarão sendo abertas – as franquias.

Análise de franqueabilidade e viabilidade financeira

Para se determinar se o negócio é franqueável é preciso verificar a demanda do mercado pelos produtos ou serviços, as tendências do segmento, a concorrência, o público-alvo, as principais estratégias de atuação da empresa, e sua avaliação interna, especialmente a capacidade de produção e/ou expansão. 

O objetivo prático dessa análise é avaliar se o modelo de negócio pode ou não ser franqueado. Não basta ter uma identidade visual bonita e atrativa e produtos/serviços de qualidade. 

É preciso também definir a viabilidade de implantação de unidades franqueadas rentáveis, o custo de montagem completa de cada franquia, as taxas a serem cobradas e uma previsão para retorno do investimento, que será feito pelos franqueados. 

Além disso, é importante considerar ainda, a tecnologia do franqueador, a sistemática de gestão, a concorrência e o mercado, entre outros itens.

Miriã Barbosa Viana é enfática em dizer que planejamento Estratégico de Expansão bem elaborado é a mais uma importante etapa do desenvolvimento de uma franquia. A partir dele o franqueador terá uma melhor compreensão de sua empresa, do mercado e da concorrência. 

Pode também vislumbrar as oportunidades, os locais/regiões mais adequados para instalação de franquias com maiores chances de serem bem-sucedidas, projetar o futuro da rede e traçar com mais precisão todas as ações que conduzirão o processo de expansão da marca. 

É muito importante rever anualmente o planejamento buscando sempre focar o negócio com o objetivo de acompanhar a evolução do mercado.

Manualização da franquia

Os manuais da franquia registram os métodos de trabalho da empresa, bem como o know-how do franqueador e configuram-se como ferramentas de transferência de conhecimentos e experiências. 

 

As franquias devem preparar os manuais mais completos possíveis e que contemplem toda a operação do negócio. O conjunto de manuais varia de negócio para negócio, mas como referência, devem abranger os seguintes temas: como abrir a empresa, como administrar e controlar as finanças, como operar e como fazer o marketing do negócio. 

 

Dizer o que deve ser feito, quando e como fazer, facilitando a administração da unidade franqueada e a coordenação da atividade franqueadora. Trazem o segredo do sucesso, e por isso, devem ser protegidos por direito autoral.

 

Circular de Oferta da Franquia

É obrigação do franqueador oferecer aos candidatos a franqueado uma Circular de Oferta da Franquia, que deve ser elaborada com muito critério, contendo todos os itens determinados na Lei 8.955 - Franquia Empresarial, dentre os quais se destacam: descrição completa do negócio, que está sendo franqueado, das taxas a serem pagas, juntamente com todo investimento necessário para a montagem de uma unidade. 

 

Entre outros, é também ponto essencial a apresentação detalhada do perfil do franqueado. Trata-se de um documento que deve prestar informações corretas e fundamentais sobre a oportunidade de negócio, "em linguagem clara e acessível", conforme determina a lei.

 

Pré-contrato de franquia

O objetivo do pré-contrato de franquia é formalizar o compromisso entre candidato e franqueador até a assinatura do contrato de franquia. O pré-contrato será assinado com a pessoa física do franqueado, previamente aprovado no processo de seleção de candidatos, somente após um período mínimo de 10 dias do recebimento da Circular de Oferta da Franquia descrita no item anterior, conforme determina a lei.

 

Normalmente, o pré-contrato vigora por um período de até 90 dias, ou o prazo que for necessário e suficiente para localização, aprovação do ponto comercial e constituição da empresa franqueada.

Contrato de franquia

O Contrato de franquia é o documento que formaliza o relacionamento e define os direitos e deveres do franqueador e do franqueado. 

O principal objetivo do Contrato deve ser definir as normas que regem a relação comercial que envolve a concessão de venda de produtos e/ou serviços, associada à transferência de métodos e técnicas de operação do negócio, o direito de uso da marca, e, principalmente, a assistência contínua que o franqueador prestará ao franqueado.

Implantação da franquia

A implantação de unidades franqueadas bem-sucedidas exige do franqueador uma boa estruturação profissional. Na prática, o franqueado não aceita improvisação, e o franqueador quer sempre ver o melhor resultado operacional em todas as unidades da rede. 

Portanto, para cada franqueado – sem exceção – o franqueador deve promover os treinamentos práticos e teóricos, fornecendo os manuais da franquia, que se tornam um farto material de estudos. 

O objetivo do treinamento é preparar o franqueado e sua equipe na operação da franquia, conduzindo-o com disciplina, rigor técnico e métodos específicos, ao sucesso do empreendimento. 

A partir do treinamento, o franqueado e equipe passam a conhecer melhor os padrões da franquia e a importância do cumprimento dos mesmos para manter a identidade da rede.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias