OLÍVIO FARMA - BANNER TOPO
QUE SITUAÇÃO

Paranaense morre ao sofrer parada cardíaca em bar

A família de Isabella contou que, dias antes, a jovem tinha comentado que não estava se sentindo bem.

05/11/2019 13h21
Por: Rodrigo Santos
Foto: reprodução
Foto: reprodução

Uma jovem morreu depois de sofrer uma parada cardíaca em um bar de Londrina, no norte do Paraná, nesta sexta-feira (1°). A família de Isabella Bueno, 19 anos, diz que ela passou mal ao beber cerveja com energético.

A estudante faleceu no Hospital Evangélico no domingo (3) e o corpo foi enterrado no cemitério Jardim da Saudade nesta segunda-feira (4), às 10h30. A família de Isabella contou que, dias antes, a jovem tinha comentado que não estava se sentindo bem.

“Anos atrás tinham constatado que ela tinha um pequeno problema de arritmia cardíaca, mas o médico disse que não era uma coisa grave e que dava para viver sem qualquer preocupação. Ela ingeriu um energético e uma cerveja, era o que estava na comanda. Isso pode ter potencializado algum sintoma”, disse o primo de Isabela, Israel Gabriel Filho.

Peritos do Instituto Médico-Legal (IML) realizaram exames no corpo da jovem para saber se ela ingeriu alguma substância diferente ou se tinha alguma doença preexistente desconhecida. O laudo ainda não foi concluído. A Polícia Civil também está investigando o caso.

Consumo de álcool com cautela

O médico cardiologista Cláudio Faria Júnior explica que o álcool facilita o surgimento de arritmias e potencializa sintomas de doenças cardiovasculares preexistentes.

“A mistura de álcool e energético é uma situação comum, mas para ficar claro o álcool é o maior vilão neste caso. O álcool facilita o surgimento de arritmia, já o energético inibe a sensação de embriaguez”, explicou o cardiologista.

Faria Júnior diz que não há idade para o surgimento de doenças cardíacas. O médico detalha que sintomas como palpitação, tontura, falta de ar, cansaço, dor no peito e desmaios podem alertar para algum problema. 

 

Fonte: Blog do Rodrigo Ferraz

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias