OLÍVIO FARMA - BANNER TOPO
BARBER
QUE SITUAÇÃO

Mulher é enterrada e corpo é achado sem roupa fora da cova; polícia investiga abuso sexual

Segundo a irmã da falecida, ela achou estranho que o caixão ficou acima da terra

13/11/2019 08h46
Por: Rodrigo Santos

A Polícia Civil investiga a hipótese de um abuso sexual de uma mulher morta. O caso aconteceu no domingo (10), no cemitério Rincão da Madalena, em Gravataí (RS). O corpo foi removido da cova e achado seminu por familiares, na manhã dessa segunda-feira (11), em um local próximo.

O delegado Márcio Zachello declarou ao portal G1, que após o corpo ser retirado, ele foi levado para uma área verde que pertence a prefeitura, e pelos sinais, há indicações de que possa ter sofrido algum tipo de ato com conotação sexual. “Vamos pedir ao IGP (Instituto Geral de Perícias) para complementar os indicativos iniciais”, afirmou.

Jaqueline Veras relatou que sua irmã, uma mulher de 49 anos, foi levada, na manhã de sábado (9), para o hospital com insuficiência respiratória. Ela sofria da Síndrome de Raynaud e esclerose sistêmica, por isso era aposentada por invalidez, pois só tinha apenas 40% da capacidade de um pulmão para respirar.

No hospital, a mulher que não teve o nome divulgado, não reagiu ao aumento do oxigênio e morreu no final da manhã de sábado sendo enterrada no dia seguinte, às 11h.

Ainda segundo a irmã da falecida, ela achou estranho que o caixão ficou acima da terra e que tinham colocaram pouca terra. No dia seguinte do sepultamento e Jaqueline recebeu a ligação de uma cunhada solicitando que fosse ao cemitério, pois ela havia recebido a ligação de uma pessoa anônima que afirmava que o corpo da irmã não estava no túmulo.

Jaqueline ainda declarou que quando ela e seus familiares chegaram até o local perceberam um rastro de terra e seguindo encontraram a roupa da irmã e logo em seguida o corpo, que estava despido, com as pernas abertas e mãos cruzadas sobre os seios.

De acordo com Zachello, ainda não há suspeitos, mas quando achado o autor deve responder por “vilipêndio de cadáver”.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias