OLÍVIO FARMA - BANNER TOPO
BARBER
QUE SITUAÇÃO

Mãe e companheira espancam e matam criança de 3 anos

Polícia informou que Davi Gustavo já era agredido há muito tempo

30/11/2019 11h13
Por: Rodrigo Santos
Foto: reprodução
Foto: reprodução

Um menino de três anos de idade, identificado como Davi Gustavo Marques de Souza, morreu na noite de terça-feira (26), em Nova Marilândia, no interior do Mato Grosso, após ser espancado pela mãe, Luana Marques, e pela companheira dela, Fabíola Bacelar. Segundo a polícia, a criança era vítima de maus-tratos há muito tempo. As duas mulheres foram detidas.

De acordo com informações divulgadas pelo site Metrópole, o pai da criança registrou um boletim de ocorrência em julho deste ano denunciando a mãe da criança após buscar o filho na casa dela e perceber que ele estava com marcas de mordida e ferimentos pelo corpo. A mãe, porém, alegou que os ferimentos haviam sido causados por uma queda.

Já sobre o caso das agressões que resultaram na morte da criança, o pequeno Davi Gustavo foi levado para o Pronto-Atendimento, já sem vida, pela companheira da mãe. Ele estava com escoriações e hematomas pelo corpo. Logo depois que ele deu entrada, a Polícia Militar foi acionada.

Presa, a companheira da mãe alegou que os ferimentos haviam sido causados em uma queda de bicicleta, e a fratura no fêmur que ele apresentava teria sido em uma queda, jogando futebol, mas testemunhas que foram até a Delegacia desmentiram a versão de Fabíola e disseram que a fratura foi causada por um atropelamento.

O caso foi registrado como homicídio doloso, tortura cometida contra criança, maus-tratos com resultado de morte e omissão de socorro e será investigado pela Polícia Civil. Segundo a polícia, o pai também será denunciado por omissão de socorro por ter conhecimento das agressões e não ter tomado atitudes para evitar a morte do pequeno.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias