OLÍVIO FARMA - BANNER TOPO
FATALIDADE

Irmãos de 2 e 14 anos morrem após levarem choque de fios de alta tensão soltos na rua

Kauã Gonçalves Bittencourt , de 14 anos, teria tentado salvar Kaio Gonçalves de Souza Ribeiro, de 2, quando o viu caído e acabou sendo eletrocutado também

15/01/2020 07h28
Por: Rodrigo Santos
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Dois irmãos morreram em São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio, nesta segunda-feira (13), após levarem um choque na comunidade da Cerâmica, no bairro Porto do Rosa. Eles teriam sido atingidos por fios de alta tensão soltos, segundo relato de parentes. Kauã Gonçalves Bittencourt , de 14 anos, teria tentado salvar Kaio Gonçalves de Souza Ribeiro, de 2, quando o viu caído e acabou sendo eletrocutado também.

Horas antes da tragédia, uma forte chuva havia atingido a Cerâmica. Quando o temporal parou, Kauã, Caio e outros três irmãos foram brincar em um campo de futebol perto de casa. Logo depois, um fio da concessionária de energia Enel teria de desprendido e atingido Caio.

Imediatamente, segundo o tio-avô das crianças, o motorista de caminhão Lenilton Gonçalves de Oliveira, de 44 anos, contou que Kauã correu para salvar o irmão:

— Eles moravam lá há pouco mais de três anos. Acreditamos que o fio que estava solto e atingiu eles — disse Lenilton.

Segundo uma vizinha, que preferiu não se identificar, há meses os moradores já tinham pedido a troca do fio à Enel. No entanto, a empresa não fez o reparo.

— O fio de alta tensão já estava arrebentado havia dias, A pipa ficou agarrada e o Riam (outro irmão) a puxou. Com isso, o fio soltou e atingiu os irmãos — disse a mulher.

Os irmãos chegaram a ser levados para o Hospital estadual Alberto Torres, também em São Gonçalo, mas chegaram mortos à unidade. Parentes das crianças foram ao Instituto Médico Legal (IML), na manhã desta terça-feira, para fazer a liberação dos corpos.

A investigação do caso está a cargo da 73ª DP (Neves). Em nota, a Enel lamentou as mortes e diz que prestará apoio à família:

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias