OLÍVIO FARMA - BANNER TOPO
BBB 20

Polícia Civil investiga suspeita de assédio envolvendo Pyong no BBB 20

Ainda de conforme com Catarina, todos os participantes envolvidos no caso do

11/02/2020 17h25Atualizado há 1 semana
Por: Site Feira 24 Horas
Foto: reprodução
Foto: reprodução

A festa, comandada por Alok, no BBB 20, trouxe consequências judiciais para o brother, Pyong, que protagonizou cenas de tentativas insistentes para beijar Marcela e passou a mão no bumbum de Flay. No Rio de Janeiro, a Polícia Civil (PC) instaurou um novo inquérito para investigar as atitudes do hipnotizador, através da delegada Catarina Noble, titular da Delegacia de Atendimento À Mulher (Deam-Jacarepaguá). 

De acordo com a publicação do portal Extra, a delegada informou que Pyong é apenas um suspeito, mas que o caso será apurado. Além disso, ela reiterou que repudia comportamentos de passar a mão em mulheres sem consentimento.  

Ainda de conforme com Catarina, todos os participantes envolvidos no caso do "BBB20" serão ouvidos assim que forem eliminados do jogo. 

Ele1 - Criar site de notícias