OLÍVIO FARMA - BANNER TOPO
AUXÍLIO EMERGENCIAL

Brasileiro dá um jeito de ter acesso antecipado ao auxílio emergencial. Veja como

Beneficiários testaram um recurso comum nos bancos digitais que permite transferência por boleto bancário

23/05/2020 07h55
Por: Site Feira 24 Horas
Foto: reprodução da internet
Foto: reprodução da internet

 A segunda parcela do auxílio emergencial começou a ser paga, mas uma nova regra foi um banho de água fria para alguns beneficiários. Eles vão receber o dinheiro, mas não poderão sacar ou transferi-lo para outras contas de banco.

Para realizar transferências e saques, a Caixa estabeleceu um calendário à parte, que impõe uma espera de pelo menos mais dez dias para ter pleno acesso ao recurso.

O cronograma de saques da segunda parcela começa dia 30 de maio e vai até 13 de junho, de acordo com a data de aniversário do beneficiário.

 Até lá, a quantia fica disponível somente no aplicativo Caixa Tem e pode ser movimentada de duas formas:

Para pagamento de boletos com código de barras

Por meio de um cartão de débito digital emitido pelo sistema que pode ser usado apenas em compras em sites e aplicativos

Mas há um jeito de antecipar a transferência e também o saque.

Um leitor sugeriu uma solução simples, rápida e on-line de adiantar o acesso ao dinheiro. Tudo dentro da lei, tá?

Há relatos de pessoas que testaram e conseguiram o dinheiro do auxílio por meio detransferência por boleto bancário.

Muitos bancos digitais, como Original, C6, Nubank, Inter e Neon, oferecem o serviço de “depósito por boleto”.

Com esse recurso, você gera um boleto no valor que deseja depositar na conta digital do seu banco e, ao ser compensado no prazo de até três dias úteis, o dinheiro cai na sua conta digital.

 E adivinha? O aplicativo Caixa Tem permite que se faça pagamento de boletos. Logo, basta o cidadão gerar um boleto no valor do auxílio e pagar pela ferramenta da Caixa. Nem precisa sair de casa (a menos que tenha de sacar o dinheiro no caixa eletrônico).

O serviço de depósito por boleto costuma ser gratuito na maioria dos bancos digitais. Para quem ainda não tem conta em nenhuma dessas instituições, a abertura é bastante simples.

Esses bancos não possuem agências, por isso, todo o processo para abrir conta é feito pelo celular (aplicativo). Você vai precisar de boa conexão de internet e ter documento com foto à mão para fotografar e enviar pelo aplicativo.

Com a conta digital aberta, vamos ao passo a passo enviado pelo nosso leitor:

Abra o aplicativo do seu banco digital

Escolha a opção de depósito por boleto

Gere um boleto com código de barras no valor que deseja transferir. Copie o número do código de barras

Abra o aplicativo Caixa Tem

Selecione a opção ‘pagamentos’. Cole ou digite o número do código de barras do boleto para pagar e confirme

Se der erro no aplicativo da Caixa, feche e tente novamente

Depois da confirmação, aguarde até 3 dias para que o dinheiro caia na conta digital

Para sacar, vá até um caixa automático 24h

Atenção às tarifas

Os bancos digitais não costumam cobrar para emitir os boletos, mas alguns têm limitações quanto aos saques.

O Nubank, por exemplo, cobra R$ 6,50 por saque. O Neon dá o primeiro saque do mês grátis, mas os demais custam R$ 6,90.

No Original, os saques são R$ 1,90. O C6 e o Inter não cobram nenhum tipo de tarifa para saques.

Esses bancos também permitem que você faça transferências do tipo TED gratuitamente. Dessa forma, você pode movimentar o dinheiro para contas em outros bancos como Caixa, Banco do Brasil, Itaú, Santander, Bradesco, enfim.

Se optar por fazer uma nova transferência, poderá sacar nas agências e caixas desses bancos.

Fique atento porque se você tiver apenas a cesta básica de serviços dos bancões, só poderá fazer até quatro saques gratuitos por mês.

Não extrapole.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias