OLÍVIO FARMA - BANNER TOPO
Banner de Meire até abril
DEMITIDO

Carlos Decotelli deixa Ministério da Educação após falhas no currículo

Nomeação foi publicada no dia 25 no Diário Oficial da União. Nesta terça, porém, entregou carta de demissão ao presidente Jair Bolsonaro

30/06/2020 16h31Atualizado há 1 semana
Por: Site Feira 24 Horas

Nomeado para o Ministério da Educação, o professor Carlos Decotelli entregou nesta terça-feira (30) sua carta de demissão ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido). O pedido foi aceito pelo presidente, que já estuda novos nomes para a pasta. De acordo com fonte ouvida pelo R7 Planalto, a análise inclui novos nomes para a pasta. 

Decotelli teve a nomeação publicada no Diário Oficial da União na última quinta-feira (25), mas não chegou a tomar posse, que estava marcada para esta terça-feira (30) e já havia sido adiada. 

O nomeado para o Ministério da Educação havia marcado uma reunião com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) nesta terça, mas cancelou sem informar o motivo – o encontro era avaliado como uma sinalização da permanência de Decotelli na pasta. Em seguida, às 14h30, se reuniu com Bolsonaro.

Decotelli teve a nomeação articulada pelos ministros militares do Planalto. As incoerências no seu currículo, no entanto - instituições disseram que ele não tinha concluído etapas que ele dizia ter concluído - deixaram os ministros constrangidos. Decotelli chegou a alterar o próprio currículo na plataforma Lattes após as contestações.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias