Sexta, 30 de Outubro de 2020 04:33
(75) 99816-1138
Mundo QUE SITUAÇÃO

Mulher tem vazamento de fluido cerebral após teste de Covid-19

Este é o primeiro relato deste tipo

03/10/2020 06h15
Por: Site Feira 24 Horas
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Um cotonete usado em testes do tipo swab, para detectar a Covid-19, foi introduzido de maneira tão profunda no nariz de uma paciente que o cérebro da mulher “vazou”. É a primeira vez que um caso deste tipo é relatado desde que os testes da Covid-19 começaram a ser feitos. O estudo foi publicado no JAMA Otolaryngology Head & Neck Surgery.

Segundo a publicação, uma mulher de cerca de 40 anos procurou um hospital após relatar sintomas de coriza, dor de cabeça, rigidez no pescoço, fotofobia e afirmando sentir um gosto metálico na boca. Ela contou ao médico que havia feito um teste de swab nasal dias antes, pois seria submetida a uma cirurgia de hérnia.

Segundo ela, os sintomas descritos tiveram início dias após o procedimento.

Ela então foi encaminhada aos hospitais da Universidade de Iowa. Através de uma ressonância magnética e uma tomografia foi possível perceber uma massa no meio da cavidade nasal direita da paciente. A massa foi drenada e os médicos puderam então constatar o vazamento de líquido cefalorraquidiano (LCR), que é encontrado no cérebro e na coluna.

– Descrevemos o primeiro caso de vazamento de líquido cefalorraquidiano (LCR) após teste nasal para Covid-19, até onde sabemos – escreveu a equipe médica no estudo.

Apesar do susto, a mulher está se recuperando e segue sob acompanhamento neurológico.

ERA FAKE NEWS E VIROU VERDADE

Em julho deste ano, a Agência Lupa, que checa publicações e notícias com conteúdos falsos, verificou um post que circulava no Facebook que afirmava que o teste de swab poderia atingir a membrana que protege o cérebro de agentes que pudessem causar danos.

O texto até então falso dizia que o cotonete poderia causar uma inflamação na barreira hematoencefálica, levando a graves problemas de saúde. Na ocasião, a Lupa apontou que o cotonete usado neste exame não conseguiria alcançar a barreira porque a cavidade nasal é separada do cérebro por um tecido ósseo.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias