Sábado, 28 de Novembro de 2020 01:25
(75) 99816-1138
Brasil BRASIL

VIXE: Delegada do caso Flordelis: ‘Havia relações sexuais entre todos’

Barbara Lomba participou de audiência como testemunha de defesa

13/11/2020 18h14 Atualizada há 2 semanas
Por: Site Feira 24 Horas
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

A delegada Barbara Lomba, responsável pelas investigações iniciais do assassinato do pastor Anderson do Carmo, em junho do ano passado, declarou na audiência desta sexta-feira (13) que “havia relações sexuais” entre diversos membros da família de Flordelis e Anderson, que incluíam também o próprio casal.

Havia relações entre todos ali. Flordelis não se relacionava só com o Anderson e o Anderson não se relacionava só com ela (Flordelis) – disse Lomba ao apontar o que havia chamado a atenção dela na dinâmica familiar do grupo. Ela foi ouvida como testemunha de acusação.

Em outro momento, a delegada disse que Flávio dos Santos, filho biológico de Flordelis e acusado de efetuar os disparos contra Anderson, “se disse revoltado com as relações que viu na casa”.

– As relações eram baseadas na mentira. Estabeleceu-se uma lógica de relação familiar baseada em estratégia e fachadas tinham que ser montadas. Muitas coisas que aconteciam na casa não poderiam aparecer – declarou.

A delegada definiu ainda que o casamento de Flordelis e Anderson era mais de “fachada” do que de verdade. Segundo ela, Flordelis “escolheu” Anderson porque era o mais preparado para a função.

– Não vou dizer que não havia casamento, mas aquilo que era pregado na igreja, não era – apontou. Lomba disse ainda que “ninguém faria o que fez sem conhecimento da Flordelis”.

Já o delegado Allan Duarte, responsável pela segunda fase das investigações, endossou a fala da colega sobre a influência de Flordelis na casa e a dinâmica de fachada da família.

– Eles (Flordelis e Anderson) se apresentavam como um casal amoroso para a sociedade, mas às escuras era totalmente diferente – disse ele.

A deputada federal Flordelis participou nesta sexta-feira (13) de uma audiência na Vara Criminal de Niterói. A sessão também contou com a participação de outros acusados: sete filhos de Flordelis, uma neta da parlamentar, além de um policial militar e sua esposa.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias