Sábado, 23 de Janeiro de 2021 18:05
(75) 99816-1138
Brasil BRASIL

Juíza de Minas Gerais publica vídeo ensinando a burlar regra do uso de máscaras em locais públicos

Advogado acusa autora da gravação de ter cometido um “crime de apologia à infração de medida sanitária preventiva”

05/01/2021 10h54
Por: Site Feira 24 Horas
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Viralizou ontem (4), nas redes sociais, um vídeo da Juíza Ludmila Lins Grilo, da Vara Criminal e da Infância e da Juventude de Unaí, em Minas Gerais, onde ela ensina a burlar a regra do uso de máscaras em locais públicos, como shoppings. O acessório é indicado para evitar a contaminação do coronavírus. 

Na legenda da gravação, publicada pela própria juíza no Twitter, Ludmilla escreve um “passo a passo para andar sem máscara no shopping de forma legítima, sem ser admoestado e ainda posar de bondoso”. Segundo ela, para não seguir a recomendação, basta “comprar um sorvete”, retirar a máscara para poder tomar o doce e a pendurar no pescoço ou na orelha “para afetar a elevação moral”.

Após a propagação das imagens, foi pedida a apuração da conduta de Ludmila ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ), pelo advogado José Belga Assis Trad. Ele acusa a juíza de ter cometido um “crime de apologia à infração de medida sanitária preventiva”.

A autora do vídeo já era conhecida por suas mensagens contrárias aos decretos de proteção contra a Covid-19. Em seu Twitter, foram encontrados vídeos de aglomerações com a descrição “uma cidade que resiste à estupidez” ou “aqui, a vida continua” e a hashtag #AglomeraBrasil.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias