Sexta, 05 de Março de 2021 04:21
(75) 99816-1138
Brasil BRASIL

Witzel prega ao lado de pastor condenado por estupro

Marcos Pereira foi sentenciado a 15 anos, mas está solto

23/02/2021 17h08
Por: Site Feira 24 Horas
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Enfrentando um processo de impeachment por corrupção durante a pandemia, o governador afastado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, cumpriu expediente na Igreja Assembleia de Deus dos Últimos Dias, liderada pelo pastor Marcos Pereira.

Segurando a Bíblia, Witzel se dirigiu aos fiéis afirmando que gostaria de “reformular” uma das frases que marcou sua curta gestão. Na época, quando assumiu o governo, o ex-juiz declarou que, se algum criminoso fosse flagrado com um fuzil na mão, a polícia iria “mirar na cabecinha e… fogo”. No púlpito, Witzel reeditou a declaração.

Essa frase viralizou, e eu quero mudar essa frase hoje. Troque o fuzil pela Bíblia, porque nós iremos te salvar. Vamos estar em todas as cadeias do Rio de Janeiro. Vai ter Bíblia, vai ter salvação, é o novo estado do Rio de Janeiro. É o milagre neste estado – pregou Witzel.

O tema da presença da igreja nas penitenciárias foi pertinente no culto porque o pastor Marcos Pereira foi notabilizado, na década de 1990, por intermediar rebeliões em presídios. No entanto, Pereira ficou famoso nacionalmente em 2013, quando foi preso acusado de estuprar uma fiel. Segundo a vítima, o crime ocorreu em 2006, e o pastor afirmou que ela estava possuída pelo demônio. Mesmo condenado a 15 anos de prisão pelo crime, Pereira está em liberdade.

O religioso também foi investigado por associação ao tráfico de drogas e chegou a ser flagrado, por grampos telefônicos, em conversas impróprias com outras frequentadoras de sua igreja.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias