Domingo, 01 de Agosto de 2021 20:42
(75) 99816-1138
BAHIA BRASIL

1,1 milhão de pessoas tiveram auxílio emergencial cancelado ou bloqueado em junho; saiba o motivo

Essas pessoas tiveram o benefício cancelado ou bloqueado.

11/07/2021 12h13
Por: Site Feira 24 Horas
Foto : Reprodução
Foto : Reprodução

O governo federal cortou o pagamento do auxílio emergencial de 1.157.856 de beneficiários durante o mês de junho, informou o Ministério da Cidadania. Essas pessoas tiveram o benefício cancelado ou bloqueado.

Desse total, 660.744 foram de bloqueios realizados após irregularidades constatadas pela CGU (Controladoria-Geral da União) e outros 497.092 foram de cancelamentos em função da revisão mensal.

Em Mato Grosso do Sul, 493.271 pessoas foram selecionadas para receber a nova etapa do auxílio emergencial em 2021.

Até o momento, já foram pagas 3 parcelas do auxílio emergencial, das 4 programadas. Nesta semana, o governo confirmou que haverá prorrogação de mais 3 parcelas, entretanto, as datas de pagamento ainda não foram divulgadas.

Os trabalhadores podem consultar a situação do benefício pelo aplicativo do auxílio emergencial, pelo site auxilio.caixa.gov.br ou pelo https://consultaauxilio.cidadania.gov.br/

Revisões mensais

Questionado sobre a redução do número de beneficiários, o ministério informou que a diferença entre o total de contemplados por parcela é explicada pelas revisões mensais que são feitas “para certificar que os cidadãos permanecem atendendo aos critérios de elegibilidade ao benefício, conforme determina a legislação que disciplina o pagamento do Auxílio Emergencial 2021, e também pelos bloqueios recomendados pela Controladoria-Geral da União”.

Um novo emprego, com vínculo formal, morte ou recebimento de pensão, prisão e recebimento de benefícios governamentais causam anulação do benefício.

Segundo o ministério, o orçamento já aprovado para o auxílio emergencial em 2021 é de R$ 64,2 bilhões. “Desde abril foram liberados R$ 26,47 bilhões, e foi anunciado, nesta semana, um aporte de R$ 20,2 bilhões para o pagamento de mais três parcelas”, explicou.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias