19°C 28°C
Feira de Santana, BA
Publicidade

Rússia deve decretar Lei Marcial nesta sexta-feira, diz Ucrânia

Medida geralmente é instituída em casos de conflitos, quando um Estado troca as leis e autoridades civis por leis militares

03/03/2022 às 22h19
Por: Site Feira 24 Horas
Compartilhe:
Rússia deve decretar Lei Marcial nesta sexta-feira, diz Ucrânia

O governo russo deve decretar a chamada “Lei Marcial” em seu território a partir dessa sexta-feira (4). A informação foi revelada nesta quarta-feira (2) pelo secretário do Conselho de Segurança Nacional da Ucrânia, Oleksiy Danilov, e divulgada pela Agência Nacional de Notícias da Ucrânia, a Ukrinform.

Primeiro, estes são os dados disponíveis para nossa inteligência que, a partir de 4 de março, a Federação Russa deve de fato impor a lei marcial no país. Eu gostaria de ver como Moscou e São Petersburgo, onde há muita inteligência, reagirão a isso, pois entendem o que está acontecendo na Federação Russa – disse Danilov.

A Lei Marcial é a norma instituída em casos de conflitos, quando um Estado troca as leis e autoridades civis por leis militares. Com a medida, geralmente é determinada a suspensão de liberdades fundamentais do cidadão, como o direito de ir e vir.

LEI MARCIAL NA UCRÂNIA

Na Ucrânia, o presidente do país, Volodymyr Zelensky, decretou Lei Marcial em todo o território na última quinta-feira (24), dia em que a Rússia começou seus ataques militares ao país. No mesmo dia, Zelensky pediu que “qualquer pessoa com experiência militar” se apresentasse para defender o país.

Hoje cada um de vocês deve manter a calma. Fique em casa se puder. Nós estamos trabalhando. O exército está trabalhando. Todo o setor de defesa e segurança está funcionando. Sem pânico. Nós somos fortes. Estamos prontos para tudo. Vamos vencer todos porque somos a Ucrânia – disse Zelensky, na ocasião.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Lenium - Criar site de notícias